• Comunicação Shalon

Sua essência revela Jesus?

por Hauster Vinícius


“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou” Gn 1:27

Eu nasci na iniquidade, e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que te comprazes na verdade no íntimo e no recôndito me fazes conhecer a sabedoria”. Sl 51:5-6

Olá, caro leitor! Hoje, com base nestes versículos, eu gostaria de falar com você sobre a sua essência, o seu interior.

Na primeira dispensação da criação, Adão e Eva estavam no paraíso. Eles tinham uma essência, eram a imagem e semelhança de Deus, o interior deles estava intacto, porém hoje nós vivemos na segunda dispensação da criação, que é a queda. Davi menciona que nasceu em pecado, o que não significa que o bebê já nasce pecando, mas infelizmente dentro de cada ser humano existe uma semente da queda. Nós não precisamos aprender para fazer coisas ruins, nós fazemos por instinto e por natureza, por isso foi necessário Jesus morrer na cruz para nos perdoar e nos regenerar dessa rebelião. Nós precisamos nascer de novo!

“Então Isaque disse a Jacó: ‘Chegue mais perto, meu filho, para que eu possa apalpá-lo e saber se você é realmente meu filho Esaú’.

Jacó aproximou-se do seu pai Isaque, que o apalpou e disse: ‘A voz é de Jacó, mas os braços são de Esaú’.

Não o reconheceu, pois seus braços estavam peludos como os de Esaú, seu irmão; e o abençoou.

Isaque perguntou-lhe outra vez: ‘Você é mesmo meu filho Esaú?’ E ele respondeu: ‘Sou’.

Então lhe disse: ‘Meu filho, traga-me da sua caça para que eu coma e o abençoe’. Jacó a trouxe, e o pai comeu; também trouxe vinho, e ele bebeu.

Então seu pai Isaque lhe disse: ‘Venha cá, meu filho, dê-me um beijo’.

Ele se aproximou e o beijou. Quando sentiu o cheiro de suas roupas, Isaque o abençoou, dizendo: ‘Ah, o cheiro de meu filho é como o cheiro de um campo que o Senhor abençoou.

Que Deus lhe conceda do céu o orvalho e da terra a riqueza, com muito cereal e muito vinho.

Que as nações o sirvam e os povos se curvem diante de você. Seja senhor dos seus irmãos, e curvem-se diante de você os filhos de sua mãe. Malditos sejam os que o amaldiçoarem e benditos sejam os que o abençoarem’.

Quando Isaque acabou de abençoar Jacó, mal tendo ele saído da presença do pai, seu irmão Esaú chegou da caçada.

Ele também preparou uma comida saborosa e a trouxe a seu pai. E lhe disse: ‘Meu pai, levante-se e coma da minha caça, para que o senhor me dê sua bênção’.

Perguntou-lhe seu pai Isaque: ‘Quem é você?’ Ele respondeu: ‘Sou Esaú, seu filho mais velho’.

Profundamente abalado, Isaque começou a tremer muito e disse: ‘Quem então apanhou a caça e a trouxe para mim? Acabei de comê-la antes de você entrar e a ele abençoei; e abençoado ele será!’

Quando Esaú ouviu as palavras de seu pai, deu um forte grito e, cheio de amargura, implorou ao pai: ‘Abençoe também a mim, meu pai!’

Mas ele respondeu: ‘Seu irmão chegou astutamente e recebeu a bênção que pertencia a você’.

E disse Esaú: ‘Não é com razão que o seu nome é Jacó? Já é a segunda vez que ele me engana! Primeiro, tomou o meu direito de filho mais velho e agora recebeu a minha bênção!’ Então perguntou ao pai: ‘O senhor não reservou nenhuma bênção para mim?’

Isaque respondeu a Esaú: ‘Eu o constituí senhor sobre você, e a todos os seus parentes tornei servos dele; a ele supri de cereal e de vinho. Que é que eu poderia fazer por você, meu filho?’

Esaú pediu ao pai: ‘Meu pai, o senhor tem apenas uma bênção? Abençoe-me também, meu pai!’ Então chorou Esaú em alta voz.

Seu pai Isaque respondeu-lhe: ‘Sua habitação será longe das terras férteis, distante do orvalho que desce do alto céu.

Você viverá por sua espada e servirá a seu irmão. Mas quando você não suportar mais, arrancará do pescoço o jugo’.

Esaú guardou rancor contra Jacó por causa da bênção que seu pai lhe dera. E disse a si mesmo: ‘Os dias de luto pela morte de meu pai estão próximos; então matarei meu irmão Jacó’.” (Gênesis 27:1-41).

Em uma das histórias mais tristes da Bíblia, Isaque está prestes a liberar uma benção profética sobre a vida de Esaú, mas Rebeca ao ouvir isso trama um plano com Jacó para enganar seu pai. É interessante perceber que até esse momento, Jacó não tinha nenhuma deformidade maligna em seu interior, entretanto Receba - sua mãe - produz no seu íntimo uma má intenção. Se Rebeca ficasse quieta ou escolhesse, como por exemplo, orar, ela não seria a grande responsável por deformar a essência de Jacó em um enganador ou trapaceiro, pois neste caso a atitude de alguém “maduro” deformou a essência de uma pessoa com menos maturidade. Perceba: talvez você está preocupado(a) com a essência do seu filho(a), mas saiba que os pais são os maiores responsáveis por moldá-la neles. Será que seu filho não está tendo atitudes ruins por que a responsabilidade paternal os está levando a isso? Será que o seu cônjuge não lhe dá respostas ríspidas por que, em primeiro lugar, você produziu isso nele?

Agora, depois desses fatos ocorridos, vamos analisar como ficou a essência de Esaú. Após o episódio relatado acima, Esaú guardou rancor contra Jacó por causa da bênção que seu pai lhe dera: “E disse a si mesmo: ‘Os dias de luto pela morte de meu pai estão próximos; então matarei meu irmão Jacó’." (Gênesis 27:41). Era um dia comum em sua vida, mas de repente o que era para Esaú ser coroado por uma grande bênção, se torna em um desastre. Ele se depara com a injustiça, porém devemos concordar que uma coisa é você ser enganado por pessoas aleatórias, outra é você sofrer isso dentro de sua própria família. O que era uma essência natural, passa a ser completamente desfigurada, uma vez que ele começa a alimentar sentimentos podres dentro de si, odiar e, a partir disso, pretender matar o seu irmão. Uma essência completamente violada e deformada.

Deus nos criou para sermos a imagem e semelhança Dele; não apenas em aparência, mas também no aspecto moral. Em minha jornada cristã, tenho me deparado com pessoas que iniciaram muito bem a sua caminhada com Cristo. Aquelas que eram amorosas, alegres, cheias de compaixão, mas diante das injustiças, incertezas e frustrações dessa vida, seja por relacionamentos que as feriram ou deixaram marcas profundas, foram deformadas em seu coração. Por isso, muitas vezes nós endurecemos o nosso coração e nos permitimos sermos deformados em nossa essência pela ofensividade do outro. Eu sei que haverá situações difíceis de serem tratadas, mas a atitude ruim do outro não pode deformar a essência de Jesus em nossas vidas.

“Ele foi oprimido e afligido, contudo não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado para o matadouro, e como uma ovelha que diante de seus tosquiadores fica calada, ele não abriu a sua boca.” (Isaías 53:7).

Jesus é aquele que mesmo em um corpo carnal, nunca teve sua essência deformada diante de tudo que passou aqui na terra. Como você responde ao mundo diante de suas ofensas? Como você reage quando o mundo tenta deformar o seu interior? Muitos dizem que Jesus não fez nada e, realmente, palavra nenhuma saiu de sua boca. Porém, Ele fez sim! Ele respondeu morrendo na cruz! Sua resposta foi em absoluto amor, por isso ele é nosso maior exemplo!

“Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:13,14).

Libere perdão!

Prossiga e seja a inspiração para muitos!

Deixe o Espírito Santo curar suas feridas e realizar uma obra incrível através de você!




11 visualizações
NOSSA SEMANA
  • Segunda 20h00 | DEPENDENTES DE CRISTO

  • Sexta 14h00 | CLUBE DO TEMPO (50+)

  • Sexta 20h00 | SEJA ADOLESCENTES

  • Domingo 09h30 e 18h00 | CULTOS ONLINE E PRESENCIAL

  • Domingo 18h00 | JUNIORES INTENSE

  • Domingo 20h00 | UNIQUE  (CULTO JOVEM)

LOCALIZAÇÃO

(41) 3275-8015

 

IGREJA BATISTA SHALON

Rua David Tows, 208 - Xaxim

Curitiba/PR

 

contato@igshalon.com

CONECTE-SE
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

© 2020 por KMP Comunica